RECEBA AS NOSSAS NEWSLETTERS

Geral

Fotografia

Trekking e montanha

Aventura

tel: +351 218 452 689
geral@papa-leguas.com

ENCONTRE A SUA VIAGEM

...apenas viagens novas

por palavra-chave

pesquisa avançada »

QUANDO E ONDE

| viagens | actividades |

consulte o nosso calendário geral:

Home » Outros » África » Birmânia » À descoberta da Birmânia


À descoberta da Birmânia

Aventura. 16 dias de viagem. Alojamento em hotéis e autocarro. Acompanhamento de tour leader da Papa-Léguas durante todo o percurso na Birmânia.

Itinerário detalhado - Legenda (P: Pequeno almoço A: Almoço J: Jantar)

Dia 1:  Voos cidade de origem - Yangon.
     mais...
Voo com destino a Yangon (escalas intermédias). Jantar e noite a bordo.
Dia 2:  Chegada a Yangon.
Alojamento: Hotel
     mais...
Mingalar bar! Welcome to Myanmar.
Chegada à cidade de Rangun (Yangon em inglês), assistência no aeroporto e tramitação do visto.
Transporte para o hotel e check-in organizado de acordo com os horários dos voos. Resto do dia livre.
Noite em Yangon.
Dia 3:  Voo Yangon - Mandalay.
Alojamento: Hotel
Refeições: P     mais...
Vamos voar até Mandalay, a última capital da Dinastia Konbaung até 1885.
Em Myanmar há um provérbio muito conhecido sobre a Colina de Mandalay: “Se queres ter uma longa vida, procura abrigo na sombra da colina de Mandalay”. É aqui mesmo que vamos contemplar a vista, passando pela Kuthdaw Paya primeiro, o maior livro do mundo. Em função do horário do voo, poderemos ter a oportunidade de visitar o mosteiro de Mahagandayone -onde poderá realizar uma cerimónia de oferendas em honra de Mahamuni Buddha para abençoar a sua viagem - e o Mosteiro Shwenandaw, construído em teca.
Noite em Mandalay.
Dia 4:  Rota das cidades Imperiais: Amarapura, Inwa e Sagaing.
Alojamento: Hotel
Refeições: P     mais...
Em Amarapura, antiga capital do reino da Birmânia, onde vivem mais de mil monges, não vamos perder a oportunidade de passear na ponte “U Bein”. É a mais longa ponte de teca do mundo, com mais de 200 anos. Iremos visitar Sagaing, local famoso pela enorme quantidade de mosteiros e monjas, e contemplar a vista do topo da colina. E para completar a rota vamos ainda dar um passeio de carroça por Inwa.
Noite em Mandalay.
Dia 5:  Mandalay - Bagan.
Alojamento: Hotel
Refeições: P     mais...
“Ninguém é um verdadeiro Birmanês se não visitar Bagan”. Vamos bem cedinho para o cais para embarcarmos no jetty que nos levará a Bagan, uma das pérolas de Myanmar. Durante a travessia de barco, vamos poder relaxar e observar o ritmo de vida local, e claro, preparem-se para acenar, bastante! Chegada a Bagan a tempo de desfrutar do pôr-do-sol.
Noite em Bagan.
Dia 6:  Bagan.
Alojamento: Hotel
Refeições: P     mais...
Para quem tiver energias, hoje é dia de acordar cedo e ir contemplar mais um maravilhoso nascer do sol. Depois de um reforço do pequeno-almoço, vamos explorar Bagan e alguns dos seus 2200 templos e pagodas.
Noite em Bagan.
Dia 7:  Monte Popa.
Alojamento: Hotel
Refeições: P     mais...
De manhã vamos ao Monte Popa, um vulcão extinto 1518m acima do nível do mar, casa de 37 nats (espíritos) e, por isso, um importante local de peregrinação na Birmânia. No topo do vulcão existe um mosteiro com uma vista fantástica.
De regresso a Bagan iremos ter tempo livre para visitar o mercado e outros templos ou para visitar um café local e escrever uns postais.
Noite em Bagan.
Dia 8:  Área Tribal de Chin.
Alojamento: Lodge
Refeições: P     mais...
Preparados para a aventura? Vamos de jipe começar a explora a região de Chin, uma região montanhosa e só aberta ao turismo desde 2013.
Seikphyu, Chauk e Kazunma são algumas das vilas onde vamos ter oportunidade de visitar o mercado local, observar o modo de vida das tribos, ver as mulheres de rosto tatuado, conviver e tomar chá.
Noite em Kanpalat, eco lodge.
Dia 9:  Conquista do Monte Victoria.
Alojamento: Hotel
Refeições: P     mais...
Carreguem as baterias, hoje vamos ao topo do Monte Victoria com 3053metros de altitude e a área com mais espécies de aves na Birmânia. Serão cerca de 5 horas para chegar ao topo e descer, mas não se preocupem que existe opção para quem não quiser caminhar. No final seguimos para a vila Aye, onde vamos encontrar ainda alguns edifício do tempo colonial inglês e um clima um pouco mais fresco.
Noite em Aye.
Dia 10:  Vilas e regresso a Bagan.
Alojamento: Hotel
Refeições: P     mais...
Vamos fazer uma pequena caminhada até uma vila mais remota onde os locais são animistas, acreditam em espíritos (Nat) e em videntes. Depois seguimos a viagem de jipe até Mindat, última paragem para visitar e descansar antes de seguir novamente para Bagan numa viagem panorâmica entre florestas e templos.
Noite em Bagan.
Dia 11:  Bagan - Inle Lake.
Alojamento: Hotel
Refeições: P     mais...
Durante o dia vamos fazer a viagem de Bagan até Nyaung She, umas das localidades em Inle Lake. São 8horas de viagem até chegarmos a tempo de refrescar e desfrutar de um pôr do sol sobre o lago.
Noite em Nyaung Shwe.
Dia 12:  Inle Lake.
Alojamento: Hotel
Refeições: P     mais...
Hoje vamos explorar o lago Inle de barco, todo o seu exotismo e envolvência natural. Vamos visitar mosteiros, jardins flutuantes, mercados e oportunidade de ver os famosos pescadores Intha.
Noite em Nyaung Shwe.
Dia 13:  Inle Lake - Autocarro noturno para Yangon.
Alojamento: Autocarro
Refeições: P     mais...
Nada melhor que um passeio de bicicleta para aproveitar o dia. Entre mercados, vinhas e hot springs, vamos conhecer melhor a vida dos Burmeses.
Ao início da tarde voltaremos ao hotel para nos refrescar antes da viagem nocturna de autocarro que nos levará até Yangoon.
Noite no autocarro.
Dia 14:  Yangon.
Alojamento: Hotel
Refeições: P     mais...
Chegamos a Yangoon às 6h e iremos para o hotel onde podemos descansar um pouco.
O dia será livre para últimas compras e celebrarmos a viagem.
Noite em Yangoon.
Dia 15:  Voo Yangon - cidade de origem.
Refeições: P     mais...
À hora marcada ida para o aeroporto para embarcar no voo de regresso à Europa.
Dia 16:  Chegada à cidade de origem.
     mais...
Chegada à cidade de origem.
Veja mais
  e partilhe

Testemunhos

 
Luisa R  
- 28/04/2009 6:02:06
  À descoberta da Birmânia

(&) A viagem foi inesquecível. Tudo correu muito bem e não poderia ter corrido melhor e valorizar o guia que se chama Myat Tun Win ou Richard Ray J que se preocupou incansavelmente com o nosso bem-estar, numa paciência e dedicação que nunca pensei possíveis de existir. (&) Muito obrigada por terem criado a possibilidade desta viagem acontecer.

Mais...
 
O seu nome *:
O seu e-mail *:
O nome do seu amigo*:
O e-mail do seu amigo*:

* campo obrigatorio

também lhe podem interessar as seguintes viagens:

 À descoberta da Indochina
 À descoberta do Japão
 À descoberta da Índia